Dicas de Cancún – México

O que fazer em Cancún
Isla Contoy – Um dos passeios mais exclusivos para quem está em Cancún Foto: Camila Castanheira

Ahhh, o México! Este país de cultura única no mundo estava na minha wishlist há muito tempo e minha porta de entrada para desvendá-lo foi Cancún. Fiquei durante 8 dias na região da Península de Yucantán e conto neste post importantes dicas de Cancún.

História e curiosidades

Cancún é um destino relativamente novo. A cidade foi projetada na década de 70 para ser um dos maiores complexos turísticos do México, e também para dar um “folego” a Acapulco que recebia turistas excessivamente. A cidade Ninho de cobras, tradução em maia de Cancún, atrai turistas durante praticamente o ano todo em busca de praias exuberantes, mergulho, e experiências fascinantes junto a história maia.

A cidade cresceu rápido. Nos anos 90 já era considerada um dos maiores balneários do mundo e hoje, 20 anos depois, Cancún divide opiniões devido a grande quantidade de pessoas que vão para lá.

Onde ficar em Cancún
Costa Mujeres, a nova zona Hotelreira de Cancún Foto: Camila Castanheira

A região, em um todo, é sim um polo turístico de massa e isso traz consequências ao meio ambiente. Senti algo muito parecido quando visitei Dubai nos Emirados Árabes , Sharm-el-Sheik no Egito e em Phuket na Tailândia. Lugares construídos para o turismo geralmente não traduzem a realidade e a essência local.

Mas uma coisa não muda: o povo. Em todas estas cidades, pude, de alguma maneira, ter contato com partes incríveis devido ao povo! Os mexicanos, por exemplo, são muito parecidos com os brasileiros, então me senti como se estivesse em casa!

Cancún é linda, vibrante! Vivi dias abençoados por lá e tentei trazer para este texto minhas melhores experiências! Foram 8 dias recheados de muita natureza, reggaeton e uma história única, registrada em pirâmides e templos.

Dicas de Cancún
Em algum lugar no meio do oceano caribenho Foto: Camila Castanheira

Como chegar em Cancún

Cancún está localizada na famosa Península de Yucatán, no Estado de Quintana Roo, no México. É banhada pelas águas do Caribe e fica a 370 km da capital, a Cidade do México.

Saindo do Brasil, ainda não há nenhum voo direto para a cidade, mas há várias opções de com escalas, como por exemplo Aeroméxico com conexão na Cidade do México ou pela CopaAirlines, com conexão no Panamá.

Uma consideração é se você fizer conexão nos EUA, por exemplo, será necessário visto americano no passaporte, mesmo que você não saia do aeroporto.

Dicas de Cancún
Vista da zona hoteleira Foto: pixabay

Chegando no aeroporto de Cancún, há táxis com corridas tabeladas para os hotéis, que você compra nos guichês dentro do aeroporto. Achei caro. Outra opção são as vans que vão parando de hotel em hotel. A terceira e a melhor, eu diria, é reservar o transfer com antecedência. Acho bem mais seguro e confortável. A empresa responsável por me buscar foi a Attravel. Eles são especialistas em receber brasileiros em Cancún. Super recomendo.

Outra opção é confirmar com seu hotel se o transfer está incluso. Alguns estabelecimentos oferecem este serviço. Confira no momento da reserva.

Dicas de Cancún
Perdida no meio de Isla Contoy Foto: Camila Castanheira

Transporte

Se você gosta de autonomia e quer conhecer toda a região sem pressa, alugue um carro. O serviço costuma sair mais barato do que os gastos com táxis.

Quem preferir, o transporte público em Cancún é muito bom também e funciona 24 horas. Outra maneira, e foi a que eu utilizei, é contratar os serviços de tours para os passeios mais longes e mesclar com táxis quando quiser algo dentro da cidade.

Dicas de Cancún lago
Lagoa Nichup Foto: Camila Castanheira

Onde ficar em Cancún

Definir onde se hospedar durante a viagem determinará muito da sua experiência na cidade. O lugar mais famoso e conhecido é Isla Cancún ou Zona Hotelera. É aqui onde se localiza a maioria dos grandes hotéis e suas famosas praias de águas azuis. Se você deseja algo mais exclusivo, ou uma praia deserta, certamente este não é o local indicado para você. Nesta região mais agitada, indico o hotel:

Paradisus by Meliá Cancún

Sandos Cancun Lifestyle Resort

Live Aqua Beach Resort Cancun

Hyatt Ziva Cancun

dicas de cancun
Mapa de Cancún Fonte: Google

Já o centro da cidade, a Zona Urbana, não indico muito ficar. A região é bem assistida por transporte público, mas acho super válido estar em um resort pé na areia. Outro detalhe é que quem está no centro tem que estar disposto a frequentar as praias públicas, que não possuem muita estrutura. Geralmente as praias dos grandes resorts só recebem hóspedes dos resorts e as públicas, todo mundo.

dicas de cancún
Zona hoteleira Foto: pixabay

Outra região é Costa Mujeres. Localizada ao Norte de Cancún, cerca de 20 minutos do centro da cidade, Costa Mujeres é ideal para quem deseja tranquilidade, com acesso fácil ás zonas movimentadas. Foi aqui que fiquei durante a viagem viagem, no TRS Coral Hotel, e adorei muito a proposta.

Nessa região há somente resorts, e um é longinho do outro, o que dá a sensação de praia deserta. Além do TRS Coral Hotel (veja minha experiência aqui) indico também o Grand Palladium Costa Mujeres.

GRand Palladium Costa Mujeres
Grand Palladium Costa Mujeres – indicado para toda a família Foto: Camila Castanheira

Quando ir

Cancún possui um excelente clima o ano inteiro, com dias de sol e noites agradáveis. A temporada de inverno, que vai dos meses de dezembro até meados de março costuma ser muito disputada. Nesta época há baixo índice de chuva, o sol não está tão forte e durante a noite, muitas vezes um casaquinho será bem-vindo.

Dos meses de agosto a novembro ocorre a temporada de furacões na Costa do Caribe. Alguns furacões e tempestades tropicais simplesmente isolam o lugar.  Embora as passagens neste período costumem ser mais baratas que o usual, você corre o risco de ficar preso no hotel sem poder aproveitar a cidade. Não recomendo.

Outra dica é evitar o mês de março. Nesta época acontece o famoso Spring Break e são férias coletivas dos estudantes nos Estados Unidos e Canadá. Os jovens elegem a cidade como destino para muita farra e música alta. As praias ficam lotadaaaasss.

Dicas de Cancún praias
Praias de Cancún Foto: pixabay

Dicas de Cancún , México

O que fazer em Cancún

Cancún combina a badalação dos restaurantes e boates de cair o queixo com praias de cinema e ruínas das civilizações pré-colombianas. É um destino que reúne natureza, história e glamour.

Para conhecer tudo o que a região oferece, o ideal é ficar de 5 a 10 dias. Indico: 05 dias na região de Cancún e 05 dias na região da Riviera Maya. Se decidir por ficar somente em Cancún, também é bacana, mas os passeios da Riviera ficam longinhos.

Dicas de Cancún Playa del Carmen
Playa del Carmen – um paraíso a algumas horas de Cancún Foto: pixabay

Cenotes

Os Cenotes são cavernas inundadas por água doce e cristalina, em tonalidades de verde e azul. Há mais de 10 mil cenotes espalhados por toda a região e a grande maioria interconectado por rios subterrâneos. Os maias só conseguiram se estabelecer e prosperar na Península de Yucantán devido a esses rios. Até hoje há muitas tribos maias que residem próximos a eles, em suas casinhas de madeira cultivando alimentos e mantendo as tradições milenares.

o que fazer em cancun cenotes
Dentro dos cenotes, geralmente é escuro, com morcegos que comem somente frutas Fotos: Pixabay

Os mais famosos ficam na região e Tulum. O Grand Cenote é o maior e geralmente o mais procurado por turistas. Já o Cenote Dos Ojos é ideal para quem busca mais sossego na hora de contemplar a fauna local.

Eu tive a oportunidade de ir ao Mutum-ha , perto de Cobá e gostei bastante. Outro cenote famosinho é o Ik’Kil, fica no caminho para Chichén Itza.

O que fazer em Cancún Cenotes
As águas cristalinas do cenote mutum-ha Foto: Camila Castanheira

Chichén Itza

Eleita uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo Antigo, essa cidade maia é uma das mais preservadas de todo o México. De Cancún até Chichén Itza são cerca de 200 quilômetros do centro de Cancún e por isso recomendo fortemente que neste passeio você contrate um tour privado. Vale a pena dedicar um dia inteiro para conhecer o lugar! Não deixe de visitar a imponente Pirâmide de Kukulkán e o Templo das Mil Colunas, listados entre os monumentos mais incríveis da civilização maia.

Chichén Itza
Pirâmide maia

Parques temáticos

Os melhores parques da região certamente são o Xcaret e o Xel-Há.

No Xcaret você encontrará diversos sítios arqueológicos, área botânica, aquários, recifes de corais, borboletário, rios subterrâneos e incríveis shows noturnos que contam a história do povo Maia.

Já o excelente Xel-Há é perfeito para quem quer mergulhar. Ele é conhecido como o maior aquário natural do mundo. O parque é instalado nas margens de um dos rios que desembocam no mar do Caribe, com enseadas azuis e incrível infraestrutura. Fica mais longe de Cancún do que o
Xcaret .

Xcaret Cancún
Xcaret Cancún

Isla Mujeres

Distante apenas 7 Km da costa, este é um pedacinho do paraíso, com areias brancas, clima ameno e natureza exuberante. A principal atração da ilha é a Playa Norte, com seu mar raso cristalino, água morna e diversas opções para quem quer fazer mergulhos. Veja aqui como foi minha experiência em Ilha Mujeres.

Isla Mujeres Cancún
Isla Mujeres já foi considerada uma das mais lindas do mundo Foto: Camila Castanheira

Isla Contoy

 Localizada ao norte de Cancún, essa ilha foi um dos lugares mais belos que conheci nesta viagem! Aqui começa uma das maiores barreiras de corais do mundo, a Meca Americana, e existe um controle rigoroso para preservá-la. Por dia podem entrar na Ilha cerca de 300 pessoas e precisamos passar protetor solar 1 hora antes de chegar lá, pois na ilha proibido.

Isla Contoy Cancún
Isla Contoy foi um dos lugares mais lindos que já conheci Foto: Camila Castanheira

Shopping Plaza la Isla

Um dos melhores shoppings de Cancún e muito indicado para ir durante a noite, é o La Isla. Ele é todo aberto e possui tanto lojas locais quanto grandes marcas.

Cancun
Compra em Cancún é no shopping Plaza la Isla. Foto: Camila Castanheira

Cobá

O complexo arqueológico de Cobá é onde está a maior pirâmide maya da região da Península de Yucatan, a Nohoch Mul . A pirâmide tem 42 metros de altura e 120 degraus, que podemos subir segurando uma cordinha. Dá um medinho, mas vale cada degrau. Vá com cuidado e sem pressa. O sítio arqueológico onde está a pirâmide é muito lindo e há outras ruínas para conhecer.

Dicas de Cancún
Vista do alto da pirâmide de Coba Foto: Camila Castanheira

Tulum

Distante 66 Km do centro de Cancún, este vilarejo possui algumas das praias eleitas como as melhores do mundo. As mais conhecidas são a Playa Paraiso e a Playa del Carmen. O clima é mais informal que em Cancún e o lugar é point de gente bonita e descolada.

Tulum é ideal ainda para prática de mergulho e esportes radicais.

Tulum no Mexico
Tulum é um dos paraísos mexicanos

Vida noturna

Nem só de areias brancas e pirâmides Maias vive Cancún. Quando o sol se põe, a cidade muda de tom e é hora de cair na balada!

The City – Simplesmente a maior boate da América Latina. Recebe shows de DJs famosos e está sempre lotada. Costuma funcionar apenas durante as sextas-feiras. Confira o calendário de eventos, não é raro nomes como Alok ou Calvin Harris estarem em seu setlist.

Coco Bongo – Se você curte uma balada estilo Las Vegas, eis o lugar. A casa apresenta grandes shows de covers, circo, dança, ópera rock. O lugar é democrático, atraindo pessoas de todas as idades. Foi aqui que curti uma das noites e confesso que a boate me surpreendeu positivamente. Me diverti muito!

Cocobongo Cancún
A Cocobongo me surpreendeu e eu simplesmente amei conhecer Foto: Camila Castanheira

Dady’O – Com decoração tipicamente mexicana, esta casa noturna toca de tudooooo. A balada fica em uma caverna e possui clima mais informal. Destaque para a excelente carta de drinques.

Baladas de Cancún
Baladas de Cancún Foto: Camila Castanheira

Outras dicas importantes em Cancún

  • Leve Dólar. Todos os estabelecimentos aceitam a moeda americana.
  • Para os brasileiros não é preciso nenhum visto para entrar no México.
  • É obrigatória a vacinação contra febre amarela para a maioria dos países do Caribe, mas neste momento (2019) não é necessário para o México. Contudo, fique atento, pois as regras para o mudam de tempos em tempos. Outro detalhes importante é a sua conexão. Em alguns países, a vacina é exigida durante as conexões ou escalas, mesmo se o destino final não for um país de risco.

E aí, pronto para descobrir Cancún? Não vejo a hora de voltar ao México novamente e conhecer novos lugares!


RESERVE PELO BLOG

Publicitária, paulista, pós graduada em Negócios e Empreendedorismo. Já fez intercâmbio para a Inglaterra, conhece mais de 30 países e 300 cidades em todo o mundo. É apaixonada por história da arte, música, dança e não dispensa jamais um bom café! No dia a dia aplica o que tem como lema: comunicar que o turismo, juntamente com a arte, tem o poder de transformar as pessoas e mudar o mundo.

7 Comentários

  1. Olá Camila!
    Gostaria de saber se tinha muito sargaço em Cancún no período da sua estadia. Tenho visto muitos comentários dizendo que há ainda muitas algas e gostaria de saber se também presenciou isso.
    Muito obrigada e suas dicas são sempre preciosas!
    Júlia

  2. Fiquei no Live Aqua Beach Resort Cancun , achei maravilhoso. Super recomendo. Somente adultos, serviço muito bom!

  3. Camila, você comprou algum chip de celular para utilizar na viagem? Minha operadora não vai funcionar no México e vou precisar do celular para utilizar o GPS.

  4. Olá vou deixar a minha experiência a cerca de Cancún para quem estiver interessado 🙂
    Acabei de chegar de lá, final de maio de 2019.
    Para começar já nos barraram na imigração por motivo nenhum, simplesmente porque a moça de traz segurou um papel que teria que ser entregue para o moço da frente sendo que tinha milhares desses papéis no chão, ou seja, não fazem controle algum só te fazem de besta mesmo para você ficar indo e voltando e perdendo seu tempo, sem falar que são uns cavalos (com todo respeito aos cavalos) grossos e sem educação alguma, te tratam como lixo, sinceramente não sei como uma cidade que vive do turismo trata as pessoas assim.
    Se for alugar um carro e passear por Cancún deixe sempre um dinheirinho separado para proprina, os policias são corruptos, inventam qualquer desculpa para arrancar um dinheirinho seu, e eu acredito que seja em parceria com a locadora pois eles possuem uma lista em mãos de quem devem parar, fomos em 7 pessoas com dois carros alugados ficamos próximo de playa del carmen e sempre que nos deslocávamos para outros lugares por exemplo (tulum, ruínas e cenotes que são mais naquelas regiões) não tínhamos problemas, mas foi pisar em Cancún três vezes que ficamos no prejuízo as três vezes com ambos os carros inclusive no dia de ir para o aeroporto, ninguém merece.
    Se for para ficar na zona hoteleria de Cancún e andar a pé ou de táxi acredito que não haja problema mas nós brasileiros somos muito mau vistos (acham que somos todos vagabundos) e mau tratados lá, a não ser pelo pessoal do hotel que ficamos, achei todos péssimos e mau educados, te tratam igual cachorro e ainda assim querem gorjetas mesmo já sendo pago para prestar aquele serviço.
    Se programe para conhecer ruínas e cenotes, a época de sargaço é imprevisível não sabe-se quando chegam e nem quando vão embora, pesquisei por 6 meses para fazer meu roteiro e essa época de maio “nunca” tinha acontecido, pois bem, faltando duas semanas para minha viagem começou a pior infestação dos últimos 30 anos e não se iludam achando que os hotéis dão conta de limpar, são toneladas de sargaço, péssimo cheiro, não consegui nem colocar o pé na areia da praia, se não fossem os cenotes e as ruínas nossa viagem estava fadada ao fracasso.
    Não vá achando que voltará cheio de compras pois lá os valores são bem parecidos com o do Brasil ou até mais caro.
    Tomem cuidado com as pessoas que te abordam na rua, parecem muito simpáticas querendo tirar foto ou te vender algo mas na verdade te oferecem drogas e putas, isso mesmo em toda esquina tem uma, lá é bem comum, mesmo você estando acompanhado(a).
    Enfim, tinha lido a respeito de tudo isso antes de ir mas fiquei pensando não é possível seria muito azar, mas na verdade descobri que só fazem isso com Brasileiros, conheci uma brasileira que esta vivendo lá e ela me confidenciou isso, ou seja, se for brasileiro tenha certeza que por algum estresse você irá passar. Se não fossem as belezas dos cenotes que são surreais teria voltado extremamente frustada, resumindo, não volto, serviu de lição.

Deixe seu comentário