fbpx
Lugares para visitar em Verona, Itália
Fique Mais Perto.
ACOMPANHE!

Lugares para visitar em Verona, Itália

Postado em Itália Tags: ,

Lugares para visitar em Verona

Ah, Verona! Existem muitas cidades que transbordam romantismo, mas poucas são tão arrebatadoras e poéticas quanto a cidade de Romeu e Julieta. Há lugares para visitar em Verona que fazem nosso coração bater mais forte e acredito que foi muito por isso que Shakespeare escolheu Verona como cenário e inspiração para a mais famosa obra.

Verona é sim diferenciada e passar um dia somente na cidade é um verdadeiro pecado. A maioria dos brasileiros fazem isso pela proximidade com Milão e Veneza, mas não recomendo. Fique na cidade pelo menos uns 3 dias e veja tudo com calma. E se quiser deixar a cidade como base para visitar a região também é uma ótima ideia. Foi isso que eu fiz e AMEI!

Um pouco de história de Verona, Itália

Verona foi fundada pelos Celtas e se tornou colônia romana no século 8 antes de Cristo. A cidade atravessou a Idade Média como uma importante capital espiritual para a Igreja Católica e foi aqui que nasceu e cresceu um dos maiores artistas da arte religiosa italiana, o grande Paolo Veronese. Amooo Veronese! Pela cidade também passaram nomes como Dante, Petrarca e Giotto.

Como parte da República de Veneza, Verona viveu séculos de luxo e riqueza. Os nobres veroneses disputavam com as demais cidades italianas a criação de obras de arte cada vez mais impressionantes. Imagina então, o tanto de lugares para visitar em Verona relacionados a arte que hoje temos a oportunidade de vivenciar!

Mesmo com um passado repleto de beleza, Verona foi uma das cidades europeias mais atingidas pela praga no século XVI, ocasião em que 60% de seus habitantes morreram.

Atualmente Verona é parte do patrimônio da humanidade pela UNESCO graças a um esforço monumental do governo italiano para restaurar e manter seus prédios e ruas originais. A cidade, que já sofreu com terremotos e com os ataques durante a Segunda Guerra Mundial, hoje apresenta-se como um museu ao ar livre, cheia de vida e animação.

Verona possui diversos monumentos de vários períodos, o que permite ao visitante conhecer desde a glória do império romano até o luxo barroco.  A cidade ainda é conhecida por estar na rota dos vinhos do norte da Itália e possui uma culinária típica de alta qualidade. Come-se muito bem por aqui!

Antes de Começar a falar dos lugares para conhecer em Verona, vou deixar o link de um artigo em que relato minha especial relação com a cidade, leia depois deste texto. Foi uma das melhores experiências da minha vida ter estado aqui!

Lugares para visitar em Verona

Arena de Verona

A arena de Verona é um dos mais bem preservados anfiteatros romanos do mundo. Sua arquitetura é impressionante, principalmente porque a maioria das arenas romanas foram destruídas com a queda do império. A arena de Verona sobreviveu quase intocada graças as nobres famílias, que utilizavam o espaço para apresentações teatrais e cerimônias religiosas.

A construção fica no centro antigo da cidade e é um dos símbolos de Verona. Os arcos em granito e mármore foram erguidos no século I depois de Cristo e hoje muitas casas do centro da cidade possuem este mesmo mármore em suas estruturas. A Gueshouse, B&B Sofia é um exemplo.

Em 1913 teve início o tradicional festival de ópera de Verona, que acontece todos os anos nesta arena. Graças a sua excelente acústica, o anfiteatro se transforma, nos meses de junho a setembro, num grande palco para superproduções.

O festival é mundialmente conhecido e faz parte da tradição italiana. Se tiver interesse em assistir uma das apresentações, é importante reservar seus ingressos com muita antecedência, pois a temporada é bastante concorrida (confira aqui).

Piazza delle Erbe

A piazza delle Erbe é a mais antiga de Verona e também uma das mais bonitas e peculiares. Neste local ficava o antigo fórum romano, centro da vida política e social do império mais poderoso do mundo. Ao longo dos séculos os templos e prédios antigos foram substituídos por casas e palácios medievais, que evoluíram deste para o estilo veronês.

Aqui você encontrará ótimos cafés e lojinhas simpáticas. Ocorrem por aqui também ótimas feiras, bazares e demais festividades da cidade de Verona.

Não deixe de observar o magnífico Palácio Maffei, exemplar do melhor do estilo barroco, decorado com diversas estátuas representando os principais deuses romanos. Outro ponto de destaque é a estátua da conhecida Madonna Veronese, mais antigo monumento da praça, datada do ano 380.

Piazza Bra

É aqui que a Arena está e onde tudo acontece em Verona. A Piazza Bra é um dos pontos iniciais para conhecer a cidade e também aquele ponto ideal para tomar um Aperol no final da tarde vendo o sol se por.

A Torre dei Lamberti

Esta magnifica torre medieval foi iniciada no século XII e é a mais alta de Verona, com 84 metros. É possível subir até o topo por elevador ou de escadas e ter uma bonita vista da cidade de Verona. A torre ficar pertinho da Piazza del Erbe.

Casa de Julieta

A tradição diz que nesta casa viveu a jovem que inspirou William Shakespeare a escrever sua mais famosa peça, Romeu e Julieta. Durante muito tempo toda a história esteve envolvida em lendas, até que pesquisas revelassem que as famílias Montéquio e Capuleto realmente existiram na Verona medieval. Ou seja, a obra de Shakespeare tinha seu fundo de verdade.  

O prédio atual preserva o brasão da família Capuleto (ou Cappelletti) datado do século XII. A trágica história de rivalidade e morte teria tocado o jovem Shakespeare que escreveria, entre 1591 a 1595, a primeira versão da peça. Além da famosa família que habitou seus cômodos, a casa de Julieta é um excelente exemplo de arquitetura medieval em perfeito estado de conservação.

Todos os elementos externos, como balaustradas e o famoso balcão que serviu como cenário para a mais famosa cena de amor de todos os tempos, são fruto de uma restauração que revelou diversos detalhes ocultos.

Nos restaurantes de Verona, dois pratos foram criados em homenagem ao amor proibido do jovem casal. O “fettuccine a la Montecchio” e o “spaghetti a la Capuleto” são parte da tradição local. Não deixe de provar.

Não deixe de ver: a tradição diz que quem passa a mão nos seios da estátua de Julieta, que fica em frente à casa, terá sempre boa sorte no amor. Outra tradição é a de escrever cartas e bilhetinhos de amor e deixar na parede da entrada do local. Segundo a lenda, quem deixa aqui seu bilhete romântico jamais viverá um amor infeliz. Não custa tentar, certo?

Basílica de São Zenão

A principal igreja de Verona foi erguida ainda no século 8 e reconstruída em 1117 depois que um terremoto arrasou a cidade. O templo, em estilo romanesco, tornou-se famoso por guardar a cripta onde, segundo a tradição, Romeu e Julieta se casaram.

A decoração do interior do templo é de extrema beleza e simplicidade. As paredes de mármore branco fazem contraste com o teto, repleto de mosaicos geométricos. O estilo das obras e a harmonia do conjunto serviram como inspiração para diversos artistas ao longo da história italiana.

Também nas criptas fica o sarcófago com o corpo de São Zenão, santo protetor dos pescadores e dos recém-nascidos.

Dica especial: na praça da Basílica de São Zeno, número 16, fica o Casa Perbellini, um dos melhores restaurantes do norte da Itália. Dono de 2 estrelas pelo rigoroso guia Michelin, a proposta da casa é a releitura da clássica cozinha veronesa com um toque de sofisticação internacional. O chefe Giancarlo Perbellini é uma das grandes estrelas da nova cozinha italiana e desponta como um dos mais criativos do mundo.

O restaurante é conhecido por suas sobremesas, todas impecáveis. Para entrar é preciso bater o sino (e reservar, claro), assim como numa típica casa italiana. A cozinha é aberta e os visitantes são convidados a conhecer o processo de criação de todos os pratos. Uma experiência que vale a pena incluir no seu roteiro.

Castel Vecchio

Fruto da riqueza da nobre família Scaligeri, o Castelo Vecchio começou a ser erguido em meados de 1300, nas margens do rio Adige. Os Scaligeri controlavam a porta de entrada da cidade e fizeram desta construção símbolo da imponência armada de Verona.

O prédio é muito bem preservado, com suas passagens suspensas e guaritas sobre o rio, além de muitas obras de arte, afrescos e esculturas. São sete torres ao longo das muralhas, com uma vista monumental para o rio e a parte mais antiga da cidade. A ponte que liga o castelo até a margem oposta é outra maravilha da arquitetura medieval e sobreviveu a terremotos e invasões militares, incluindo o período da Segunda Guerra.

O castelo está dividido entre a parte mais antiga, medieval, e a ala napoleônica, construída durante a invasão francesa por Napoleão. Nesta segunda ala é que fica o museu com uma exposição permanente sobre a história do lugar.

No museu Cívico Castelvecchio há uma grande coleção de pinturas e esculturas que narram a trajetória das artes do período medieval até o renascimento. Há ainda uma enorme variedade de moedas raras, desenhos, plantas militares e diversos documentos.

Vale lembrar que neste castelo foi realizado, em 1944, o famoso Processo de Verona, julgamento que condenou ao fuzilamento diversos opositores do regime de Benito Mussolini. O episódio é um dos mais emblemáticos da história italiana e mudou os rumos da política do país.

Dica especial: não muito longe do Castel Vecchio fica a Osteria il Ciottolo (na rua Cavour, 39), tradicional restaurante de cozinha local com decoração despojada e cardápio exemplar. A proposta é dar um toque de novidade a cozinha tradicional do norte da Itália. Não deixe de provar as massas artesanais, todas de ótima qualidade e por um preço justo.

Rio Ádige

Sentar ás margens deste rio foi uma das experiências mais deliciosas que presenciei na Itália. A cor da água, os animais, as construções históricas, tudo contribui para que este lugar seja um dos mais especiais de Verona.

lugares para visitar em verona
Em uma das pontes do Rio Adige Foto: Camila Castanheira

Ponte Pietra

Essa ponte é um dos pontos mais lindos de Verona. Muitos afirmam que a ponte foi construída pela primeira vez em madeira no século I. Ao longo dos séculos a ponte caiu por diversas vezes e que em cada momento de reconstrução foi ganhando algo a mais de acordo com o estilo de cada época. Cruzando a ponte chegarmos a Colina de São Pietro, outro ponto importante de Verona que eu conto a seguir.

Castelo de São Pietro

Este lindo castelo fica na famosa colina de San Pietro. Ao longo da colina muitas obras foram construídas. Entre os séculos XIV e XV, a colina, foi erguido o Castello Visconteo, uma fortaleza fortificada para controlar toda a cidade.  Em 1801, quando o exército napoleônico chegou, a maioria dos edifícios antigos foram destruídos. Uma base do exército e quartéis foram construídos e o lugar mudou drasticamente a aparência original do local.

O nome histórico ” Castel San Pietro ” permanece para identificar este complexo arquitetônico rico em história. A Colina de São Pedro é um lugar pitoresco, cheio de história e charme e a vista lá do alto é de morrer de tão linda. Se ficar bastante dias na cidade visite-a pela manhã e no por do sol também.

lugares para visitar em verona

Teatro Romano de Verona

Logo da Ponte Pietra podemos ver as ruínas do teatro romano. Construído nas colinas de São Pedro no meio da era agostiniana, este teatro já teve muitas histórias. Ao longo dos séculos, muitos edifícios foram erguidos em cima das ruínas do teatro.

Em 1834 ao rico comerciante veronense Andrea Monga comprou por conta própria algumas das casas que foram construídas na área do teatro para iniciar escavações arqueológicas, que trouxeram à luz ruínas do edifício romano.

O teatro romano fica no mesmo caminho que o Castel de São Pietro. Suba até o castelo de funicular e volte volte pelas escadas parando no Teatro!

Lago de Guarda

O Lago de Garda fica nos arredores de Verona, num trajeto fácil de ser feito em menos de uma hora de carro, de trem ou em um tour privado.

O lago é o maior da Itália e um dos destinos mais procurados pelos italianos para as férias de verão. A região ao redor do lago é composta por diversos vilarejos charmosos que parecem saídos de um filme clássico. Eu super me apaixonei pelo centrinho.

lugares para visitar em verona
Uma tarde no Lago de Garda Foto: Camila Castanheira

Verona é uma cidade viva e com característica únicas na Itália. Eu não vejo a hora de voltar para lá e me hospedar novamente na casa da Emma, no B&B Sofia.

Deixe seu comentário

Fique Mais Perto.
ACOMPANHE!