Mitologia Egípcia: como surgiu e curiosidades

Entenda sobre a Mitologia Egípcia antes de viajar para a Terra dos Faraós

Mitologia Egípcia - Hieróglifos
Hieróglifos – foi por meio desta linguagem de símbolos que os egípcios contaram todas as histórias que sabemos hoje Foto: Camila Castanheira

Ahhhh o Egito! A terra dos faraós nos desperta muitos sentimentos de curiosidade. A civilização egípcia, de 5 mil anos atrás, foi uma das mais inteligentes e intrigantes já existentes no planeta Terra e ainda hoje, milhares de anos depois, é difícil e complexo entendê-la. O que nós sabemos, e o que eu vou tentar explicar neste texto, é que praticamente todas as convicções da sociedade naquela época, tinham por base a mitologia egípcia, em que dezena de deuses em diferentes mundos regiam a vida no planeta.

O mundo mitológico dos egípcios era tido como uma verdade absoluta, expressada em todos os cantos e paredes por meio dos hieróglifos (escrita baseada em símbolos). Por meio dessa escrita, os egípcios traduziam o seu dia a dia. Muitas histórias e uma mistura de flores, corpos de animais e humanos, deuses com várias personalidades, nomes confusos, e muitos outros detalhes que só indo ao Egito para saber. 

Desvendar e entender o Egito Antigo não é fácil. Por isso, estudar, nem que seja um pouco, sobre as crenças e costumes que imperavam naquela época, é fundamental para fazer uma boa viagem. Vou tentar explicar o básico da mitologia egípcia e apresentar alguns “personagens’ importantes de todo este universo. 

Mitologia Egípcia - Entrada do Templo de Philae
Entrada do Templo de Philae, dedicado a Deusa Isis – Veja a deusa representada na parede Foto: Camila Castanheira

MITOLOGIA EGÍPCIA – COMO TUDO ISSO COMEÇOU?

O Mito da criação do Egito é bastante diferente do que conhecemos na sociedade de fundamentação princialmente católica. Rá, um dos deuses principais do Egito, teria gerado uma prole de 2 outros deuses, Shu (Deus do Ar) e Tefnut (Deusa da Umidade). Eles juntos formaram um casal e deste amor surgiu Geb (Deus da Terra) e Nut (Deusa dos Céus).

Geb e Nut ao nascerem, como seus pais, formaram um casal, mas Rá não aceitou a relação e ordenou que Shu, pai deles, separasse-os para sempre. Para isso, Shu (Ar) empurrou Nut (Céu) para cima e Geb (Terra) para baixo. Nut se tornou o céu que tudo cobre, Geb a terra que pisamos, e Shu o ar que respiramos.

Daí, vemos uma série de outros deuses nascerem, justificando o nascimento dos rios, mares, plantas, animais, seres humanos, ciências e por aí vai. É difícil compreender, não é!?

E o mais interessante é que todas estas histórias foram todas registradas pelos antigos nos grandes templos, tumbas e pirâmides. Há hieróglifos em pra todo lado!

Mitologia Egípcia - História
Nesta pequena reunião de símbolos, os Hieróglifos, há uma história. Foto: Camila Castanheira
Mitologia Egípcia - História em tumba
Hieróglifo em tumba no Vale dos Reis – Foto: Camila Castanheira

Os Alicerces da religião 

Os Deuses na mitologia egípcia são conhecidos por terem, em teoria, uma vida como a nossa. Eles viviam, morriam, caçavam, se aventuravam, iam para batalhas, davam a luz, comiam, bebiam e festejavam, além de terem as emoções humanas tais como nós. E eram exatamente essas ações cotidianas que explicavam os fenômenos na terra.

Os principais DEUSES, que orientavam a vida o Egito eram: 

  • : Deus do Sol. É um dos principais de toda a religião egípcia, sendo um dos responsáveis, inclusive, pela criação de toda a existência. Os egípcios acreditavam que seu todo faraó na Terra era a encarnação de Rá.
  • AMON: Foi o deus supremo do antigo Egito durante o novo reino e fundiu-se em determinado momento com Ra, tornando-se Amon-Ra, o deus soberano.  (Eu sei que parece meio maluco, mas é isso mesmo). Logo, Amon-Ra era o deus mais importante do Antigo Egito. 
  • OSÍRIS: descendente direto de Rá , foi o primeiro faraó do Egito. Assim que morreu, assassinado, torou-se o deus supremo e o juiz do mundo dos mortos, representando a vida eterna. 
  • ISIS: Deusa mensageira que ajudava os mortos a entrar no pós vida. Esposa de Osíris e mão de Hórus, ela foi adorada por outras culturas além da egípcia. Dizem que o Rio Nilo nasceu de suas lágrimas, quando chorou a morte do marido. 
  • HÓRUS: Famoso deus com cabeça de falcão. Ele, que tinha o sol e a lua como seus olhos, era o Deus dos Céus. Ele possuía mais de 7 formas diferentes. Era filho de Osíris e Isis.
  • HATHOR: Esposa de Hórus, é a deusa guardiã das mulheres, em especial, as grávidas. Também é conhecida como a protetora dos amantes, e era representada pela Vaca, por esta ser considerada um animal gentil;
  • SET: Deus do Caos, da escuridão. Matou seu irmão Osíris em uma história intrigante que ouviremos durante toda a viagem. 
  • NEPHTYS: Deusa da natureza, foi esposa de Set. Em determinado momento ela “enfeitiçou” Osíris e teve um filho com ele, Anúbis.
  • ANÚBIS: Deus da morte e tem a cabeça de um Chacal. Filho de Osíris e Nephthys. Ele seria o responsável por criar a primeira múmia, a de seu pai, é por conta de Anúbis que toda aquela tradição funerária se criou. 
Mitologia Egípcia - Hórus
Hórus representado nas paredes do Templo dedicado a ele Foto: Camila Castanheira
Mitologia Egípcia - Vale dos Reis
Entrada de um dos templos no Vale dos Reis em Luxor. Todas as paredes e teto com hieróglifos coloridos. Foto: Camila Castanheira

Todos estes deuses se relacionavam de alguma maneira. O básico a saber é o Mito de Osíris

Osíris, o rei do Egito na mitologia, era irmão de Set que o traiu e ordenou sua morte, cortado o corpo do irmão em 14 pedaços e espalhado por todo o Egito. Isis, esposa de Osíris, saiu então em busca dos pedaços de seu amado. Ísis encontrou 13 pedaços. O último, que era seu órgão reprodutor, estava estéril. Contudo Osíris e Isis conseguiram se reproduzir através da magia, gerando Hórus. Este lutou contra Set, seu tio traidor, e retomou a supremacia do Egito. 

Estes são apenas alguns dos inúmeros deuses da mitologia egípcia. Por serem os mais fortes e centrais dos contos, você escutará falar deles em todo seu roteiro pelo Egito. Alguns possuem grandiosos templos construídos pelos faraós

Mitologia Egípcia - Templo de Hórus
Templo de Hórus – conheci durante o cruzeiro no Rio Nilo Foto: Camila Castanheira

MALAS PRONTAS?

É uma infinidade de nomes e detalhes para entender, não!? E olha que isto é só o começo!

Agora que você já conhece a mitologia egípcia e sabe quais deuses estão à sua espera no Egito, embarque comigo nesta viagem única para a Terra dos Faraós! 

 

DICA: viaje conectado para o Egito! Em todas as minhas expedições ao país estou conectada com a Mysimtravel. No aeroporto do Cairo temos como comprar o chip local, contudo a qualidade é muito ruim, por isso recomendo fortemente a MYSIMTRAVEL

 

Publicitária, paulista, pós graduada em Negócios e Empreendedorismo. Já fez intercâmbio para a Inglaterra, conhece mais de 30 países e 300 cidades em todo o mundo. É apaixonada por história da arte, música, dança e não dispensa jamais um bom café! No dia a dia aplica o que tem como lema: comunicar que o turismo, juntamente com a arte, tem o poder de transformar as pessoas e mudar o mundo.

Deixe seu comentário

Um pensamento em “Mitologia Egípcia: como surgiu e curiosidades”