fbpx
Check-list de viagem
Fique Mais Perto.
ACOMPANHE!
Uma viagem começa bem antes da data de embarque



Uma viagem bem planejada pode evitar confusões e não transformar o que seria um descanso em mais estresse. O check-list é uma ferramenta que pode prevenir experiências ruins, já que ao utilizá-lo diminuímos o risco de esquecer algo importante para a boa manutenção da viagem. O check-list pode variar conforme as necessidades de viagem, sua natureza e condições climáticas do destino, mas há certos elementos que não se alteram, como documentos e alguns procedimentos burocráticos exigidos em viagens internacionais.

Por onde começar

Comece sempre do início! Certifique-se que as passagens e check-ins de voo estão em ordem, confirmados, impressos e em mãos. Verifique a validade de seu passaporte e de seu visto e lembre-se que a validade do passaporte é independente da validade do visto. Se seu passaporte estiver para vencer isso é prioridade! Faça uma pesquisa em sites de passagens aéreas para fazer uma boa escolha.

Consulte as reservas de sua hospedagem e lembre-se que um turista sem logradouro pode ocasionar problemas que chegam a culminar na sua deportação. A contratação de um seguro viagem também é obrigatória em todos os países do Tratado de Schengen, em Cuba, Venezuela e Austrália, mas ela é igualmente aconselhável mesmo nos países em que não é obrigatória, uma vez que um seguro pode auxiliar e muito em situações emergenciais.

Em alguns países, além do visto, certas vacinas podem ser exigidas. Confira se seu destino exige alguma vacina e assim sendo, lembre-se de se vacinar e de levar sua carteira de vacinação no ato da viagem.

O que devo levar

Tenha sempre em mãos as cópias autenticadas em cartório de seus documentos: passaporte, visto, registro de identidade, cpf e carteira de motorista. Com a cópia, o documento original pode ser guardado em segurança em seu local de hospedagem, eliminando o risco de perde-los e ter que sofrer com maiores burocracias.

As reservas, endereços e telefones de sua hospedagem também são documentos que devem estar facilmente acessíveis, pois elas comprovam diante da justiça do país que você está legalmente hospedado naquele país, evitando a deportação, além de servir como assistência caso não encontre o local.

Tenha sempre dinheiro em espécie e carregue consigo o comprovante de câmbio de moeda, assim será possível comprovar, caso seja necessário, a origem do dinheiro. Contudo, não é seguro carregar um alto montante de dinheiro em seus passeios. Prefira o uso de cartões de crédito, débito ou pré-pagos de viagem. Nos dois primeiros casos, consulte seu gerente para verificar taxas, prazos e liberações e tenha anotado os números de contato para a possibilidade de seu cartão falhar.

Carregue também mapas, guias, caneta e bloco de anotação para anotar informações e se for o caso transcrever o nome de algum local, rua ou estação em alguma língua estrangeira que não domina. Lembre-se de carregar seus documentos sempre em sua bagagem de mão ou mochila para que eles estejam sempre acessíveis.

E as minhas malas

Documentos organizados, não esqueça de organizar as malas. Crie um check-list que seja coerente com as necessidades de sua viagem, considerando a geografia, clima, estrutura e natureza de sua viagem (lazer ou comercial). Depois de organizadas, lembre-se de identificá-las com seu nome e contato, adesivos e/ou fitas para que possa se diferenciar das demais bagagens no aeroporto, sobretudo se sua bagagem é uma mala padrão facilmente confundível.

Tire fotos do interior e do exterior da bagagem para auxiliar a busca e/ou avaliação da bagagem em caso de extravio. Por último, guarde sempre as notas fiscais de objetos de valor e eletrônicos que constam nas bagagens, assim não correrá o risco de pagar uma multa por não-declaração de compra.

Viagem com crianças

Se viajar com crianças, não esqueça de adicionar a certidão de nascimento à sua lista de documentos. Vale lembrar que, à exceção dos países do Mercosul, onde um bebê pode viajar apenas com a certidão de nascimento, o passaporte é igualmente necessário. Se a criança viaja sozinha, com apenas um dos pais ou outro acompanhante, é necessária a apresentação de uma autorização para viajar desacompanhada, emitida em cartório.

Esse sistema começa a mudar desde o final de 2014, pois ao preencher o pedido de emissão de passaporte de crianças e adolescentes é possível escolher entre as seguintes opções: a) autorizar o menor a viajar com apenas um dos genitores, sem distinção; b) autorizar o menor a viajar com apenas um dos genitores ou desacompanhado. Há ainda uma terceira opção, isenta de autorização. Nesse caso, será necessária a apresentação da autorização para viajar desacompanhada.

Hora de partir

Ufa! Check-list feito, conferido, e agora é só esperar a tão sonhada viagem e embarcar tranquilamente!
A minúcia dessa organização inicial faz toda a diferença para o melhor proveito se sua experiência e elimina possíveis más lembranças de um momento que deveria ser de descanso e alegria.

Segure a ansiedade, máquina fotográfica e passaporte na mão e boa viagem!

2 comentários sobre “Check-list de viagem

  1. Olá, Camila. Vou em dezembro para EAU e gostaria de saber onde vale mais a pena fazer o câmbio das moedas. Vi num dos seus posts sugerindo o shopping center. Ou seria melhor no aeroporto?

Deixe seu comentário

Fique Mais Perto.
ACOMPANHE!